/noticia/blog_paradigma_2.png">
Educação Infantil
Ensino Fundamental
Literatura
Assessoria
Gênese Digital
Página Inicial > Blog > MUDANÇA DE PARADIGMA
Notícias
Eventos

Frase da Semana
“Nós nos tornamos nós mesmos através dos outros”

Lev Vygostky
MUDANÇA DE PARADIGMA


Para que qualquer reestruturação se efetive, é necessário que haja mudança de paradigmas. Aplicando este pensamento na área da educação e, especificamente, no conceito de inclusão escolar, é sensato ponderar que ela não deve estar circunscrita, como é comum pensar, ao aluno com algum tipo de deficiência ou necessidades educacionais específicas. A atenção a essas crianças precisa ser atendida e priorizada, sem dúvida. Entretanto, para que a inclusão escolar seja plena, é mister que qualquer planejamento inclusivo contemple cada aluno. A inclusão se realiza quando todas as crianças, com suas especificidades, qualidades e dificuldades, são contempladas e respaldadas de modo amplo e irrestrito. O ensino, antes de tudo, precisa estar ajustado para ser multifacetado, para acolher, para se adaptar e, sobretudo, para atender às necessidades de todos. É imperativo o constante exercício reflexivo e, consequentemente, é imperativo também que as reflexões se convertam em ações no contexto da sala de aula, num processo dialético de mudança de paradigmas.

Simone Mainieri Paulon (com a colaboração de Lia Beatriz de Lucca Freitas e Gerson Smiech Pinho), em seu “Documento subsidiário à política de inclusão”, de 2005, publicado pela Secretaria de Educação Especial do Ministério da Educação, afirma que a Educação Especial é definida, a partir da LDBEN 9394/96, como uma modalidade de educação escolar que permeia todas as etapas e níveis de ensino. Esta definição permite desvincular “educação especial” de “escola especial”. Permite também, tomar a educação especial como um recurso que beneficia a todos os educandos e que atravessa o trabalho do professor com toda a diversidade que constitui o seu grupo de alunos. Podemos dizer que é necessário propor alternativas inclusivas para a educação e não apenas para a escola. A escola integra o sistema educacional (conselhos, serviços de apoio e outros), que se efetiva promotora de relações de ensino e aprendizagem, por meio de diferentes metodologias, todas elas alicerçadas nas diretrizes de ensino nacionais.

Prof. João Artur Izzo


BLOG

Artigos

“Nenhum homem é uma ilha”, escreveu John Donne, poeta inglês do século XVI. Adaptando para nossos dias, dizemos que nenhum ser humano é uma il... NENHUM SER HUMANO É UMA ILHA

Reflexões

A prática da docência exige estima, ou seja, desejar o melhor para as pessoas, em particular, para os alunos. A prática educativa não prescinde do... ESTIMADO ALUNO, ESTIMADO MESTRE

Notícias

Aconteceu, nos dias 25 e 26 de agosto, o Encontro de Gestetores 2016, com o tema: “A educação especial na perspectiva da educação inclusiva”. ... Encontro de Gestetores 2016

Onde Estamos

Av. Brig. Eduardo Gomes, 1.900
Bairro Residencial Vale Verde (Aeroporto)
Marília/SP
CEP: 17.514-000
Tel.: 14- 3432-1567

Redes Sociais


2018 © Editora Brasil Cultural. Todos os direitos reservados.